…porque é preciso falar!

Em primeiro lugar, estava com saudade deste espaço. A vida estava por demais ocupada, entretanto a inquietude produzida em função  dos momentos eleitorais me trouxeram até aqui.

Alguns temas norteiam este segundo turno.

1. Temática religiosa (Apesar da laicização do Estado este ainda é um tema).

2. Como desdobramento do primeiro item, a questão do aborto.

Sobre o item 1:

Sim, o Estado é laico! Triste ver alguns cristãos misturando política partidária ao mundo espirtual. Isso para mim tem cheiro da união Igreja/Estado; cheiro da  “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”. E  tudo mais que fazem parte das páginas mais tristes da história da humanidade e/ou da história do Brasil. 

Marina tão bem nos representou nesta eleição: mostrando-se reflexiva, inteligente e sem utilizar a religiosidade como forma de aquisição de votos. Façamos o mesmo: pensemos!

Lembrem-se que Deus é manso e humilde e nosso maior dever (dever bíblico!) é amar ao próximo como a nós mesmos. Ainda que este próximo não seja da sua igreja;  ainda que o próximo não seja da sua faixa etária, ainda que o próximo não seja da sua cor, ainda que o próximo esteja bem longe de vc, morando numa periferia ou num povoado ribeirinho no norte do país. Desejar, pleitear pelo bem estar destes é sim,um dever  cristão!

Sobre item2:

Um dia antes da eleição fui comprar roupinhas para o bebê da minha queridíssima Luna(sobrinha que ganhei de presente de Deus!). Percorrendo uma das lojas de roupinhas infantis de Niterói, uma senhora deu início ao assunto sobre aborto. Eu me posicionei:sou contra! Ela disse: ah, então vc não vai votar na Dilma? Não respondi… Mas faço outras perguntas: até quando vamos ser hipócritas quanto a este assunto? Até quando não vamos conseguir ouvir corretamente o que se diz. Basta que alguém fale a palavra aborto  que as pessoas só conseguem escutar : sim ou não! Mesmo quando a resposta é “não” há muitos atravesamentos no que tange à saúde pública.

Se Deus nos deu a capacidade de reflexão, usemos!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para …porque é preciso falar!

  1. Cla disse:

    Não sei se a Dilma, no final das contas é contra ou a favor do polêmico aborto, mas, com certeza não votaria em uma pessoa apenas por uma única razão… Pra mim seria o mesmo que aquele pobre faminto que vende seu voto por um prato de comida, pensando apenas em si mesmo; ou os gerentes bobos da Petrobras que votarão na Dilma só por medo do Serra privatizar a companhia… Bem, isso é não raciocionar, isso é olhar apenas para os seus próprios interesses em detrimento do que é realmente melhor para a nação… Pensemos! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s